Técnicas de Respiração Para Meditação

Com as técnicas respiratórias conscientes, é possível alcançar a plenitude espiritual através da meditação.

Artigo publicado por Cristiane Zen nas categorias: Meditação

É comum ouvirmos o seguinte conselho quando estamos nervosos: “Respire fundo!” Isso é para que você saiba o quanto o modo de respirarmos influencia o nosso estado mental, pois dependendo de como o ar entra e sai do nosso organismo, oxigena partes vitais do nosso corpo, acalmando-o e fazendo-o se concentrar. Por isso, o Yoga nos ensina as técnicas respiratórias conscientes, também conhecidas como “pranayamas”, que são essenciais para quem pretende ter bem-estar, clareza mental e plenitude. Dessa forma, se o seu objetivo é meditar para alcançar a reflexão, a concentração, a paz interior e a plenitude espiritual, aprenda algumas técnicas de respiração para meditação e mude a sua vida:

tecnicas-de-respiracao-para-meditacao

Sama Vrtti Pranayama ou Respiração da Igualdade

Em sânscrito, sama significa “igual” e vrtti, “movimento ou ação”. Sendo assim, para realizar essa técnica respiratória, a inalação e a exalação devem ser realizadas na mesma proporção. Inicialmente, faremos movimentos contados em 4 segundos: inspiração, contando lentamente 1 – 2 – 3 – 4 e expire, novamente com calma 1 – 2 – 3 – 4 e, assim que se sentir confortável, adicione um ciclo de contagem enquanto retém o ar, ou seja, segure-o também por 4 segundos entre a inalação e a exalação. Ao dominar essa técnica, você terá mais foco nas suas atividades e conseguirá um maior senso de equilíbrio.

Respiração Ujjayi ou o Sopro do Oceano

No sânscrito antigo, ud quer dizer “superior ou para cima” enquanto jaya¸ “vitória ou triunfo” e, por isso, muitos se referem à essa técnica respiratória como a “respiração vitoriosa”. Para fazê-la, inspire profunda e completamente pelo nariz, deixando com que a respiração fique presa no fundo da garganta. Após algumas tentativas, você sentirá a respiração como ondas do oceano, compreendendo o seu nome. Assim, você ficará com o sistema nervoso calmo e tranquilo e seus órgãos internos profundos como o baço e o esôfago serão massageados carinhosamente.

Kapalabhati ou a Respiração Iluminada

Enquanto kapala significa “crânio” e bhati, “luz”, tal técnica respiratória também é conhecida como Respiração de Fogo para homenagear as suas qualidades de limpeza. Para tanto, sente-se sobre as suas pernas, na posição de herói, ou se preferir, com as pernas cruzadas e com as mãos descansadas sobre os joelhos. Talvez o exercício seja um pouco complicado no começo, mas aos poucos, você pegará a prática: respire profundamente e, ao exalar, tente levar o umbigo à coluna, soltando um som audível parecido com “CH!” mantendo os lábios contraídos. Repita essa técnica por aproximadamente 1 minuto e terá o seu sangue purificado, assim como o seu fígado, pois ela aumenta os níveis de oxigênio sanguíneo e acalma a mente.

Simhasana ou A Respiração do Leão

Leão em sânscrito é simha, o nome dessa postura. Sente-se de joelhos e apóie as nádegas sobre os calcanhares e apóie as mãos no chão, mantendo a coluna ereta. Inspire lenta e profundamente e, ao soltar o ar, abra bem a boca (o máximo que conseguir) e solte um rugido “AHHHHH!”, empurrando a língua para fora o quanto conseguir. Enquanto isso, olhe para cima somente com os olhos. Parece estranho e engraçado (no começo, você certamente dará ótimas gargalhadas), mas é preciso se concentrar para que você consiga se iluminar e liberar o estresse para aumentar a circulação sanguínea da língua e da garganta, fortalecendo os músculos do rosto e da garganta, assim como estimular os olhos.

Cristiane Zen

Autora

Cristiane Zen pratica yoga há duas décadas e dedicou sua vida à compartilhar suas descobertas através de suas viagens por solos orientais nos últimos 10 anos.



Comente!




*Campos obrigatórios